Blog maranhense sobre cinema destaca-se como um dos melhores em críticas do Gênero

Ajude a essa informação chegar até quem precisa.Comente, compartilhe e participe!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Graduado em comunicação social ,habilitado em Rádio e com formação em Artes Cênicas, Rafael Carvalhêdo, dedica-se a editar Um Blog com críticas de cinema de forma inteligente e apaixonada.O blog CinemaAdentro vem ao longo dos anos conquistando adeptos não só pela  sua grande rede de amigos,mas pela grande atmosfera de amantes das 7ªArte. Mesmo morando em um ambiente com poucas salas de cinemas e com com quase nenhuma produção cinematográfica  em destaque , São Luís ,mantém ainda grande resistência na produção  audiovisual, tendo como os dois maiores eventos do gênero o GUARNICÊ DE CINEMA e o  MARANHÃO NA TELA , embora existam poucos eventos de exibição e competitivos, alguns corajosos arriscam-se na produção de  filmes de custos baixos,improvisados  ou mesmo só na paixão  em produzir, podemos citar mesmo em último caso o Maranhense Cicéro filho com suas produções baratas improvisadas mas nem por isso deixaram de lhe render  “alguns trocados” como “Ai que Vida” ,e o arranca choro “Entre o Amor e a Razão”  .Mas voltamos ao blog CinemaAdentro que traz em destaque a execelente crítica do último filme (pelo menos eu espero) da Saga X-MEN e NAMORADOS PARA SEMPRE.

deixo-vos em companhia da boa crítica do www.cinemaadentro.tk

click na imagem e leia outras críticas

Blue Valentine (EUA, 2010), dirigido por Derek Cianfrance, escrito por Derek Cianfrance, Cami Delavigne e Joey Curtis; com Ryan Gosling, Michelle Williams, Faith Wladyka, John Doman, Kike Vogel, e outros.

Por: Rafael Carvalhêdo- Amor e paixão são temas recorrentes em todas as formas de arte, e por serem excessivamente vítimas de estéticas rasas e abordagens formulaicas, sofrem muitas vezes reprovações e são vistos como produtos de puro entretenimento e consumo rápido, o que é bastante compreensível. No entanto, este Namorados para Semprepode ser entendido de várias formas, menos como um entretenimento romântico para o dia dos namorados, como foi propagandeado pela péssima publicidade do filme no Brasil: profundamente melancólico em seu ponto de vista, o longa de Cianfrance se trata de uma experiência dolorida que expõe com crueza e amargura os contrastes entre a crise que precede o final de um relacionamento e os nostálgicos instantes em que essa relação se formou – e tenho a impressão de que aqueles que forem à sessão acompanhados de seus parceiros ou cônjuges sairão possivelmente desesperançosos de um longo futuro para suas relações. Então, não há como interpretar a utilização dessa versão brasileira do título do filme que não seja como sendo unicamente para fins publicitários – e, portanto, enganosos.
Escrito pelo próprio Derek Ciafrance, com a colaboração de Cami Delavigne e Joey Curtis, os dez primeiros minutos de Namorados para Sempre nos apresentam ao casal Dean (Gosling) e Cindy (Williams) que, agindo e interagindo nesse curto espaço de tempo sempre em função de sua filha Frankie (Wladyka), nos sinalizam de antemão o distanciamento emocional entre os dois personagens: eles trocam apenas os diálogos essenciais, demonstram sutil incômodo um na atitude do outro e não expressam uma manifestação de carinho sequer. leia post completo AQUI ou click na banner do filme.
Cotação: Excelente
fonte:  com informações do CinemaAdentro

Você também vai gostar de ler estes...

Leave a Comment