BNDES destinará para o cinema R$ 14 milhões em investimentos

Ajude a essa informação chegar até quem precisa.Comente, compartilhe e participe!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) divulgou ontem, em seu site, as regras para o seu novo Edital de Cinema, que vai destinar R$ 14 milhões para apoiar a produção e finalização de obras de ficção, animação e documentários. Os projetos poderão ser inscritos até 15 de março de 2012.
Em nota, o banco informou que a principal novidade do edital é que, além de fomentar a produção com uma visão de mercado, o BNDES garantirá uma parcela dos recursos para projetos de cunho autoral com potencial de reconhecimento no circuito internacional do chamado “cinema de arte”.
Para esse grupo, serão reservados R$ 5 milhões para produções escolhidas a partir de critérios que priorizam a análise do argumento, roteiro e storyboard dos projetos. Prêmios recebidos por estes itens ajudarão na aprovação deste projetos, facilitando o acesso de produções independentes aos recursos do BNDES.
O restante irá para os projetos com os quais o banco seguirá sua atuação recente como uma espécie de investidor. A análise das propostas nesse caso priorizará a viabilidade comercial e o potencial retorno dos filmes que se enquadrem em parâmetros de qualidade artística e técnica fixados pelo banco.
No total, o BNDES vai destinar R$ 12 milhões para a produção e finalização de obras de ficção e animação e R$ 2 milhões para a produção de documentários, informou o banco. O valor máximo para cada produção é de R$ 1,5 milhão para os filmes comerciais e de R$ 1 milhão para os de arte. O produtor é que decidirá em que condição quer concorrer. Para finalização de obras já em andamento, o BNDES apoiará o projeto com até R$ 750 mil para os dois grupos, sendo R$ 500 mil para documentários.
Para concorrer, os projetos precisam já ter aprovação da Agência Nacional de Cinema (Ancine) e registro ou protocolo da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) para emissão e distribuição de Certificados de Investimento Audiovisual. No caso de documentários, o apoio ocorrerá por meio de colaboração financeira não-reembolsável, também prevista na Lei do Audiovisual.
Desde 1995, o BNDES já destinou quase R$ 147 milhões para a produção audiovisual. Somando o apoio à cadeia produtiva do setor, como a construção e reforma de salas de cinema, o banco soma mais de R$ 300 milhões em suporte financeiro a essa indústria no País.

 Seleção de Projetos Cinematográficos BNDES 2011/2012 visa apoiar projetos de produção e finalização de obras cinematográficas brasileiras de longa-metragem, nos gêneros Ficção, Animação e Documentário.

O investimento do BNDES por projeto pode chegar aos seguintes valores máximos:

  1. Nos gêneros de Ficção e Animação: até R$ 1,5 milhão ou R$ 1 milhão na categoria produção, dependendo do tipo de projeto, e até R$ 750 mil para projetos de finalização.
  2. No gênero Documentário: até R$ 500 mil por projeto na categoria produção e até R$ 250 mil na categoria finalização.

Somente podem concorrer projetos já aprovados pela Agência Nacional de Cinema (Ancine). 

Veja no SITE : AQUI

Você também vai gostar de ler estes...

0 Thoughts to “BNDES destinará para o cinema R$ 14 milhões em investimentos”

Deixe uma resposta para valberlucio Cancelar resposta