O Instituto Millenium, a Associação da Classe Média (ACLAME), o Instituto de Estudos Empresariais, o  Instituto Liberdade, a Câmara de Dirigentes Lojisas (CDL) e o Centro de Desenvolvimento Lojista (CDL Jovem) de Belo Horizonte o, Instituto Mises Brasil e o Movimento Endireita Brasil, o Ordem Livre e a Atlas Economic Research Foundation prepararam ações em várias capitais, como Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte e Porto Alegre para protestar contra a abusiva carga tributária brasileira. As entidades vão vender gasolina sem o valor dos impostos  em postos das cidades.

O Dia da Liberdade de Impostos, que acontece dia 25 de maio, é celebrado para marcar o dia que os brasileiros deixam de trabalhar para o governo, via pagamento de impostos, e começam a trabalhar para si. O objetivo é lembrar ao cidadão que os tributos (impostos, taxas e contribuições) são exigidos pelos governos federal, estadual e municipal e que a tributação incide sobre:

  • Salários e Honorários através do imposto de renda, INSS, previdências oficiais e contribuições sindicais.
  • Consumo, embutido no preço dos produtos e serviços (PIS, Cofins, ICMS, IPI, etc).
  • Patrimônio (IPTU, IPVA, ITCMD, ITBI, ITR).
  • E na forma de taxas (limpeza pública, coleta de lixo, emissão de documentos e iluminação pública).

A ideia é conscientizar o contribuinte de que os impostos são um saque de recursos dos cidadãos produtivos e que no Brasil são abusivas em relação a outros países tanto da América Latina como Europa e EUA, pois os serviços públicos oferecidos em saúde, educação, segurança, saneamento, por exemplo, são muito deficientes. Pelo o que o Brasil oferece, a carga tributária deveria ser de no máximo 20%.

Locais das ações de pelo Dia da Liberdade de Impostos:

–  No Rio de Janeiro, a ação acontece no Posto ALE, em frente ao antigo Canecão, em Botafogo. Será realizada a venda de 5.000 litros de gasolina sem o valor dos tributos que serão pagos pelas entidades organizadoras. A distribuição de senhas ocorre a partir das 10h e o abastecimento: entre 11h e 14h.O pagamento: será feito em dinheiro. Cada senha dá direito à compra de 20 litros.

– Em São Paulo, as entidades vão vender 6 mil litros de gasolina sem o valor dos tributos, que serão pagos pelas entidades organizadoras, no 25 de maio de 2011, a partir das 10h no Posto Ipiranga,  Centro Automotivo Central da Perdizes, na Avenida Sumaré, travessa da Rua Dr Franco Rocha, 664, Sumaré. O pagamento: será feito em dinheiro e cada veículo poderá abastecer no máximo 30 litros.

– Em Porto Alegre (RS), a gasolina será vendida sem o valor dos tributos, no dia 25 de maio, no Posto Firenze (Rua Santana 345), num total de 5 mil litros. O valor da gasolina sem impostos ficará em R$ 1,40 o litro, calculado a partir da informação do Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário, baseado num total de 53,03% em tributos. O preço cheio da gasolina com impostos é de R$ 2,90/litro. Cada motorista terá direito a comprar 20 litros por carro e haverá distribuição de senhas no local  até terminarem o limite de 5.000 litros, a partir das 08h. Às 10 horas será iniciada a venda do combustível da campanha. Pagamento em dinheiro. O valor dos impostos serão pagos ao dono do Posto de Gasolina pelas entidades que promovem o evento.

– Em Caxias (RS), a rede Ditrento aderiu à campanha e é a única rede de postos da serra gaúcha a participar do protesto e vai vender a gasolina comum ao preço de R$ 1,40 por litro. O endereço é Posto Cidadão Caxias, localizado na Rua 13 de maio 1004 (bairro Lourdes), das 9h às 12h. O pagamento será em dinheiro e cada senha dá direito à compra de 20 litros. O volume total da campanha é de 5 mil litros.

– Em Belo Horizonte (MG), serão vendidos 5 mil litros de gasolina sem o valor dos tributos, que serão pagos pelo posto patrocinador em dinheiro. O endereço do Posto Albatroz é Av. Afonso Pena, 2122, esquina com Av. Brasil. A ação acontece entre 8h e 14h. Cada senha dará direito a somente 30 litros.

fonte: Instituto Millenium

Leave a Comment