foto net

Luanda- O director-geral do Instituto Nacional das
Indústrias Culturais (INIC), António Fonseca, anunciou hoje, segunda-feira, que
o Ministério da Cultura realizará em Agosto, na capital, a Feira Nacional do
Artesanato, da qual participarão mais de 30 artesões.

Em entrevista à Angop, o responsável
do INIC disse que com esta feira procura-se resgatar as escolas artísticas
tradicionais que se vão perdendo, repor o uso de determinados objectos na vida
quotidiana dos angolanos e reduzir a pobreza, bem como gerar riqueza.

A percepção, por parte dos potenciais
artesões, é de que estes bens geram uma qualidade de vida melhor para as suas
famílias, salientando ser também outro dos objectivos do evento, segundo a
fonte.

Augura esperarem ultrapassar as
expectativas do ano passado, quer em termos de volume, material exposto e venda
, pelo que todas as províncias deverão estar presentes.

Salientou que a comissão organizadora
garante por cada província dois criadores, mas se alguma pretender trazer mais
artistas e material a sua responsabilidade não tem qualquer problema.

Antes da Feira Nacional do
Artesanato, segundo António Fonseca, será realizado pelo Ministério da Cultura,
em parceria com o governo da província do Kwanza Norte, de 13 a 15 de Agosto,
na cidade e município desta região, uma Feira Multidisciplinar em que irá
agregar pessoas de localidades vizinhas.

A feira do Dondo contemplará várias actividades
sócio-culturais, pelo que pretende-se que o artesanato continue a transformar-se
num factor de riqueza da sociedades, enfatizou.

fonte:   blog da  monica Aguiar Souza

Leave a Comment