Prêmio selecionará 500 boas práticas Juvenis em ações culturais até 31 de janeiro

Os jovens de 15 a 29 anos que já desenvolveram atividades culturais de mobilização e valorização da cidadania poderão ter seu trabalho reconhecido nacionalmente. O “Prêmio Agente Jovem de Cultura: diálogos e ações interculturais 2011” selecionará 500 práticas com esse perfil em todo o país. Os vencedores receberão a quantia de R$ 9 mil para investir em suas ações. As inscrições podem ser feitas até o dia 31 de janeiro. O concurso é desenvolvido em parceria pelos Ministérios do Desenvolvimento Agrário (MDA), da Cultura (MinC), da Saúde e pela Secretaria Nacional de Juventude, da Presidência da República. A ação conjunta entre as pastas garantiu o repasse de R$ 5 milhões.

Cerca de seis milhões de jovens brasileiros dentro dessa faixa etária estão no campo. Como grande parte dessa população não dispõe dos recursos e da infraestrutura encontrados nas cidades, como computadores e internet, os articuladores regionais do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) apresentaram o edital do prêmio para os jovens moradores dos Territórios Rurais da Cidadania. Para a assessora especial de Políticas para a Juventude do MDA, Ana Carolina Santos Silva, o concurso dialoga com a realidade dos jovens rurais e pode ser usado para evidenciar as tradições do campo. “O prêmio fomenta a cultura já existente, mas que em alguns casos está adormecida. Isso faz com que os jovens valorizem a cultura que aprenderam quando criança, que é vivenciada por sua comunidade”, completa.
A premiação das ações selecionadas será feita por faixa etária. Entre os jovens de 15 a 17 anos, serão escolhidas cem iniciativas. De 18 a 24 anos, serão 200. Os jovens de 25 a 29 também terão 200 ações selecionadas. As práticas encaminhadas devem contemplar as áreas de comunicação, tecnologia, pesquisa, formação cultural, produção artística, intercâmbio e sustentabilidade.
O interessado pode se inscrever, prioritariamente, pela internet ou via Correios. O cadastro eletrônico é feito por meio do Sistema de Acompanhamento às Leis de Incentivo à Cultura (Salic Web), do Minc, disponíveis aqui. Para efetivar a inscrição, é necessário preencher, digitalizar e anexar no sistema a documentação definida como obrigatória pelo edital, que inclui o formulário de inscrição (no anexo 1), declaração de ciência (no anexo 2), declaração (no anexo 3), cópia do documento de identidade com a data de nascimento legível, cópia do Cadastro de Pessoa Física (CPF) e o envio de material que comprove a realização da iniciativa cultural pelo candidato, tais como cartazes, matérias de jornal e revista e páginas da internet. Quem optar pela inscrição via Correios deverá enviar a mesma relação dos documentos em postagem com aviso de recebimento obrigatório (AR) simples ou de entrega rápida. No campo “destinatário”, deverão constar as seguintes informações:
Edital Prêmio Agente Jovem de Cultura:
Diálogos e Ações Interculturais 2011
Ministério da Cultura
Secretaria de Cidadania Cultural
SCS, Quadra 09, Lote C 9º andar – Torre B
Edifício Parque da Cidade Corporate
CEP: 70.308-200 Brasília/DF
Os jovens moradores de áreas rurais que não possuem acesso à internet poderão contar com o apoio das delegacias federais do MDA para se inscreverem. A pasta mantém uma delegacia por estado. Acesse aqui os contatos das delegacias.
De acordo com as determinações do edital, só podem concorrer jovens brasileiros, naturalizados ou estrangeiros que residem no país há mais de três anos. Cada candidato poderá apresentar somente uma iniciativa cultural para a seleção. As propostas encaminhadas serão analisadas pela comissão técnica, que habilitará ou não o candidato para a fase de seleção. Nessa etapa, serão conferidos os prazos, documentos e os demais itens exigidos pelo edital. O resultado com as práticas habilitadas será divulgado no Diário Oficial da União (DOU) e no site do Minc.
Na seleção, os trabalhos receberão menções de zero a cem pontos. Entre os critérios para a atribuição das notas estão a inovação, o impacto social da iniciativa, a mobilização e valorização da cidadania. As candidaturas que obtiverem nota final inferior a 60 pontos serão eliminadas. O resultado final com as práticas premiadas deve ser divulgado no DOU e na página eletrônica do Minc, no mês de março.
Os selecionados menores de idade deverão indicar um representante legal, maior de 18 anos, para o recebimento dos recursos. A expectativa do MDA é que o prêmio tenha uma edição por ano.
Mais informações pelo e-mail agentejovem@cultura.gov.br ou pelo telefone 2024 2960. Para mais ais informações sobre o prêmio clique aqui.

Leave a Comment