Sites fora do ar em protesto contra o SOPA(Stop Online Piracy Act)

Ajude a essa informação chegar até quem precisa.Comente, compartilhe e participe!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Sites fora do ar em protesto contra o SOPA

Dia 18 de janeiro uma serie de sites, blogs e coletivos vão utilizar seus ambientes na rede para protestar contra o SOPA (Stop Online Piracy Act), projeto de lei norte-americano, que permitiria ao “Departamento de Justiça dos EUA, bem como aos detentores de direitos autorais, buscar ordens judiciais contra sites acusados ​​de permitir ou facilitar violação de direitos autorais”.
Apesar da proposta ser originada nos Estados Unidos, uma serie de consequências respingariam por diversos países – incluindo o Brasil – uma vez que o país concentra a maioria dos serviços e sites utilizados pelos usuários da rede todos os dias. Youtube, Facebook, WordPress, Google, Gmail, Twiiter, por exemplo, poderiam ser afetados pela lei em questão, uma vez que estariam subordinados à legislação Americana.
O movimento #SOPABlackoutBR  não determina como deve ser demonstrado esse apoio, mas a manifestação mais comum deve ser a de manter o site fora do ar por 12h (de 8h às 20h), dando uma amostra para as pessoas de como seria  não ter acesso a um endereço de site, caso ele fosse bloqueado pelo SOPA.
O objetivo do #SOPABlackoutBR  é marcar uma posição e mostrar às autoridades Brasileiras e grandes grupos econômicos a posição da sociedade ao SOPA e demais práticas, normas, medidas judiciais e leis que possam ameaçar a liberdade na Internet.
VOTAÇÃO ADIADA

Há dois dias o governo americano deu início a uma movimentação contrária ao projeto. Enquanto a Casa Branca divulgou nota dizendo que não poderia apoiar “um projeto de lei que reduz a liberdade de expressão, amplia os riscos de segurança na computação ou solapa o dinamismo e inovação da internet global”,o congresso decidiu não levar o projeto à votação enquanto não for alcançado o que eles chamam de “maior consenso”.
Essas novidades têm sido ignoradas pela maior parte dos grandes sites como Reddit, Mozilla e Wikipedia, que decidiram manter sua decisão de sair do ar amanhã.
Essa também será a prática adotada pela maioria dos sites brasileiros que já haviam manifestado apoio ao protesto virtual. “O adiamento pode ser uma estratégia para que o assunto não chegue ao grande público, e esse é um motivo para divulgar ainda mais”, comentou Thiago Skárnio, coordenador do Pontão Ganesha de Cultura Digital.
Coerentes com importância da democratização da comunicação e da livre manifestação através da rede, tanto o Pontão Ganesha quanto aAlquimidia.org (associação mantenedora do projeto), irão aderir à manifestação, tornando os seus sites inacessíveis pelo período combinado.
Mais informações:

http://meganao.wordpress.com/
https://docs.google.com/document/d/1QGsBZb-J9Er5ZdbyserR3-raPmUxqTS4o462i6t86Ng/edit
http://www.trezentos.blog.br/?p=6642
http://www.novae.inf.br/site/modules.php?name=Conteudo&pid=605

FONTE: Pontão Ganesha http://ganesha.org.br/index.php?mod=pagina&id=12984&grupo=24

Você também vai gostar de ler estes...

Leave a Comment