INSTITUTO AVON PROPÕE A CONSTRUÇÃO DE RELACIONAMENTOS MAIS SAUDÁVEIS PARA O ENFRENTAMENTO DA VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER

No dia 20 de novembro, o Instituto Avon lançou a campanha #comTrato, no âmbito dos 21 Dias de Ativismo, período dedicado à luta pelo fim da violência contra a mulher. Este ano, a iniciativa discute como tratar assuntos e temas importantes para a construção de relacionamentos saudáveis. O objetivo da campanha é incitar uma mudança na sociedade a partir do senso de corresponsabilidade. Desde 1991, a Organização das Nações Unidas (ONU) trabalha globalmente com os 16 Dias de Ativismo, que tem início em 25 de novembro, Dia Internacional de Combate à Violência Contra a…

LEIA MAIS...

FUNDO DA ONU PARA O FIM DA VIOLÊNCIA CONTRA MULHERES ESTÁ COM INSCRIÇÕES ABERTAS ATÉ 18/01/2019

O Fundo da ONU Para o Fim da Violência Contra as Mulheres está recebendo inscrições para o para o seu 22º ciclo de subsídios para apoiar as organizações da sociedade civil que se qualifiquem para o financiamento nas três áreas programáticas de sua Estratégia 2015-2020. A ideia é um mundo sem violência contra mulheres e meninas alinhado com os padrões internacionais de direitos humanos e direito humanitário, dos quais a igualdade de gênero e a eliminação de todas as formas de violência e discriminação contra mulheres e meninas são parte integral. PRIORIDADES:…

LEIA MAIS...

Ambiente doméstico concentra maior número de assassinatos de mulheres no mundo, diz ONU

Cerca de 87 mil mulheres no mundo foram vítimas de homicídio em 2017. Desse grupo, aproximadamente 50 mil — ou 58% — foram mortas por parceiros íntimos ou parentes. Isso significa que, por hora, no ano passado, seis mulheres foram assassinadas por pessoas que elas conheciam. Os números foram divulgados nesta semana pelo Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC). Organismo vê estagnação de progressos para proteger as mulheres no ambiente doméstico. “Embora a vasta maioria das vítimas de homicídio sejam homens, as mulheres continuam a pagar o…

LEIA MAIS...

FUNDO DA ONU PARA O FIM DA VIOLÊNCIA CONTRA MULHERES ESTÁ COM INSCRIÇÕES ABERTAS

O Fundo da ONU Para o Fim da Violência Contra as Mulheres está recebendo inscrições para o para o seu 22º ciclo de subsídios para apoiar as organizações da sociedade civil que se qualifiquem para o financiamento nas três áreas programáticas de sua Estratégia 2015-2020. A ideia é um mundo sem violência contra mulheres e meninas alinhado com os padrões internacionais de direitos humanos e direito humanitário, dos quais a igualdade de gênero e a eliminação de todas as formas de violência e discriminação contra mulheres e meninas são parte integral. PRIORIDADES:…

LEIA MAIS...

Programa ASA – Oi Futuro e British Council apresentam: ASA, Arte Sônica Amplificada, para mulheres da música

a OI Está querendo  impulsionar a arte sonora e musical feita por mulheres aumentando a atuação feminina em toda a cadeia da área do som e música.  O Oi Futuro e o British Council, em parceria com as instituições britânicas Lighthouse e Shesaid.so, lançam o ASA – Arte Sônica Amplificada. O Programa selecionará 50 mulheres do estado do Rio de Janeiro, que sejam atuantes na área, para apoiarmos o desenvolvimento de suas carreiras e habilidades a partir da investigação das potencialidades do som, da música e da tecnologia criativa. Você…

LEIA MAIS...

ONU Mulheres nomeia jogadora Marta Embaixadora da Boa Vontade

Segundo a jogadora, através do esporte é possível desafiar normas socioculturais e estereótipos de gênero A ONU Mulheres nomeou a jogadora de futebol brasileira Marta Vieira da Silva como Embaixadora da Boa Vontade para mulheres e meninas no esporte. Marta dedicará seus esforços para inspirá-las a desafiar estereótipos, superar barreiras e seguir seus sonhos e ambições, principalmente no esporte. Segundo ela, através dele é possível desafiar normas socioculturais e estereótipos de gênero e aumentar a autoestima, desenvolver habilidades de vida e liderança. Breve história Marta Vieira da Silva nasceu no município de…

LEIA MAIS...

‘Para Mulheres na Ciência’, que oferece bolsas para sete brasileiras, adia inscrições até 4 de maio!

Prêmio desenvolvido há treze anos pela Fundação L’Oreal, com apoio da Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura) e da Associação Brasileira de Ciência (ABC), Para Mulheres na Ciência visa transformar o panorama da Ciência, reconhecendo talentos femininos – o que favorece o equilíbrio de gênero – e incentivando a maior participação das mulheres nesse universo. Assim, todos os anos, sete jovens e talentosas cientistas brasileiras, que atuam nas áreas de Física, Química, Matemática e Ciências da Vida (estudam os seres humanos, as plantas e os animais, tais como Biologia e…

LEIA MAIS...

Fundações doam US$ 10 milhões para incentivar protagonismo de mulheres negras na política

Três fundos internacionais (Ford, Open Society e Kellog) e um brasileiro (Ibirapitanga) se uniram para incentivar – com doação de US$ 10 milhões – a criação de um projeto que ajude a ampliar a participação e a voz das mulheres negras em nosso país, principalmente seu acesso à política. A iniciativa será implementada pelo Fundo Baobá, criado em 2011 e dedicado à equidade racial, que tem a parceria da Fundação Kellogg. Esta aporta recursos a medida que o fundo obtém apoio de outras organizações, ou seja, pratica matching funds. Neste caso, esse sistema é de 2 para 1 para…

LEIA MAIS...

Inscrições abertas para prêmio de empreendedorismo feminino, Prêmios envolvem valores em dinheiro e capacitações; inscrições vão até 2 de abril

A 6ª edição do Prêmio Consulado da Mulher de Empreendedorismo Feminino está com inscrições abertas. A ideia é reconhecer e apoiar projetos de todo o Brasil que sejam marcados pelo protagonismo feminino. A premiação conta com duas categorias: empreendimentos coletivos e empreendimentos de impacto social. Na primeira, podem se inscrevem empreendimentos da área de alimentação que sejam coletivos ou funcionem em rede, tenham liderança feminina e cujas equipes sejam formadas em pelo menos 70% por mulheres. Na segunda categoria, podem se inscrever iniciativas com missão explícita de causa impacto social…

LEIA MAIS...

Assédio nas redes sociais cresceu 26.000%, aponta Instituto Avon

As pessoas que mais postam comentários de ódio são homens brancos, jovens, das classes sociais A e B O debate sobre as violências contra as mulheres se intensificou muito no ambiente digital entre 2015 e 2017. Somente no ano passado, ele foi o 26° assunto mais discutido nas redes sociais, segundo mostra o relatório “A Voz das Redes: O que elas podem fazer pelo enfrentamento das violências contra as mulheres”, divulgado pelo Instituto Avon no dia 8 de março. O documento também mostrou que as menções relacionadas a assuntos de assédio…

LEIA MAIS...