Brasil é um dos países que registram mais agressões contra pessoas LGBTI

O 29 de janeiro, Dia Nacional da Visibilidade Trans, tem como objetivo dar visibilidade à população trans, que inclui travestis, mulheres transexuais e homens trans. Essa visibilidade se faz necessária principalmente porque o Brasil é um dos países que mais agridem pessoas LGBTI, sobretudo travestis e transexuais. Nesse contexto, um desafio se levanta: como garantir a sobrevivência dessa população? Como tornar a sociedade mais inclusiva e plural, garantindo o cumprimento de direitos e adotando políticas que reconheçam o outro em sua cidadania, especialmente em relação ao atendimento na rede de saúde…

LEIA MAIS...

ONU recebe inscrições para projeto Trans-Formação em Salvador e região metropolitana

A ONU Brasil, a partir da Campanha Livres & Iguais, lançou na quarta-feira (13) a primeira edição do projeto Trans-Formação em Salvador (BA) e região metropolitana do município. O objetivo é fortalecer lideranças e formar redes entre ativistas trans. As inscrições podem ser feitas até 21 de fevereiro pelo público trans soteropolitano que queira participar do projeto ou ser consultor para sua implementação. O projeto irá selecionar 20 pessoas trans — entre travestis, mulheres e homens trans e pessoas não binárias — de Salvador e região metropolitana para uma formação com…

LEIA MAIS...

Fundo de População da ONU firma parceria com MP em assistência humanitária, saúde sexual e reprodutiva

A cooperação entre a agência da ONU e o Ministério Público Federal (MPF) prevê apoio à gestão em situações de crise, como desastres naturais, emergências sanitárias e processos migratórios. Para a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, iniciativa é importante para o atual momento que vive o mundo, com movimentos discriminatórios e xenofóbicos. O Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) e o Ministério Público Federal (MPF) firmaram na segunda-feira (11) uma parceria para promover ações de saúde sexual e reprodutiva e assistência humanitária no Brasil. A cooperação prevê mais diálogo…

LEIA MAIS...

UNAIDS lança documentário sobre curso de audiovisual para pessoas trans e travestis

Como parte das celebrações do Dia da Visibilidade Trans, o Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/AIDS (UNAIDS) lançou nesta sexta-feira (25) o documentário para web “Luz, Câmera, Zero Discriminação”. A obra retrata quatro semanas do curso de audiovisual realizado com 16 pessoas trans e travestis em fevereiro e março do ano passado na capital paulista. Financiado pelo fundo M·A·C AIDS, com apoio da Coordenação de Políticas para LGBTI da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania de São Paulo e produção da Brodagem Filmes, o documentário mostrou os dez encontros que…

LEIA MAIS...

Economia circular pode ajudar países a combater mudanças climáticas, diz relatório

Um relatório da Circle Economy, grupo apoiado pela ONU Meio Ambiente, aponta que apenas 9% da economia global é circular, o que significa que o planeta reutiliza menos de 10% das 92,8 bilhões de toneladas de minerais, combustíveis fósseis, metais e biomassa usados todos os anos em processos produtivos. Divulgado na terça-feira (22) no Fórum Econômico Mundial, em Davos, o documento destaca o potencial do reaproveitamento e da reciclagem para combater as mudanças climáticas e cumprir o Acordo de Paris. Uma economia circular é um sistema regenerador, onde o consumo de recursos…

LEIA MAIS...

Manifesto global pede fim da violência contra crianças e jovens nas escolas e arredores

Jovens de todo o mundo vão pedir aos governos o fim da violência nas escolas e arredores, durante o Fórum Mundial de Educação, que ocorre nesta semana no Reino Unido. Representando crianças e jovens de diferentes países, Khuthadzo Silima e Jonathan Franca, jovens ativistas de 18 anos da África do Sul e dos Estados Unidos, apresentarão um manifesto a ministros de Estado no evento em Londres, detalhando o que crianças e jovens precisam para se sentir seguros dentro e nos arredores da escola. “O manifesto representa as vozes de milhões de…

LEIA MAIS...

ONU LANÇA DOCUMENTO COM PADRÕES DE CONDUTA PARA EMPRESAS

A Organização das Nações Unidas (ONU) lançou os “Padrões de Conduta para Empresas” por meio da campanha Livres & Iguais, com os objetivos de combater preconceitos e proporcionar um ambiente saudável para que pessoas com diferentes orientações sexuais se sintam à vontade é um grande desafio. A iniciativa é buscar a igualdade de lésbicas, gays, bissexuais, travestis, pessoas trans e intersexo (LGBTI). As diretrizes foram elaboradas pelo Escritório de Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas em parceria com o Instituto para Direitos Humanos e Empresas. A ideia é apoiar as empresas na revisão…

LEIA MAIS...

‘Ser LGBT significa lutar contra preconceito e violência todo dia’, diz ativista cabo-verdiana

Helen Tavares sabia que ela era diferente, mas levou muito tempo para aceitar sua própria identidade sexual e de gênero por causa da pressão e expectativas sociais. Embora a homossexualidade não seja ilegal em Cabo Verde, as pessoas LGBT sofrem preconceito e violência. Casamentos do mesmo sexo não são reconhecidos e existe uma discriminação desenfreada contra lésbicas, gays, bissexuais e indivíduos trans no mercado de trabalho e em locais de residência. Aos 29 anos, Tavares é hoje a presidente da Associação LGBT em Santiago, em Cabo Verde, uma organização que…

LEIA MAIS...

Edital financia ativismo em prol dos direitos das mulheres

Até 18 de fevereiro, o Fundo das Mulheres do Sul recebe candidaturas de organizações e grupos da sociedade civil para financiar projetos que promovam e defendam os direitos das mulheres e a igualdade de gênero. Instituições brasileiras podem concorrer no edital divulgado neste mês — saiba como participar clicando aqui. A convocatória marca o segundo ciclo de subvenções do programa Liderando desde o Sul, que visa impulsionar iniciativas de mulheres alinhadas ao Objetivo de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas (ODS) de nº 5, sobre igualdade de gênero e empoderamento feminino. A chamada dará prioridade…

LEIA MAIS...

ONU ajuda Maranhão a reduzir mortes maternas

O ano de 2018 se encerrou com uma conquista para as mães e gestantes do Maranhão. A Regional de Saúde de Balsas, área que engloba 13 cidades do sul do estado, alcançou na sexta-feira passada a marca histórica de zero morte materna nos últimos 365 dias. O avanço é fruto do trabalho conjunto da Secretaria estadual de Saúde e das pastas municipais com a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) e o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (CONASS).     Uma das ações que permitiram chegar a esse resultado foi…

LEIA MAIS...