Ciclo de Vida do Projeto

 Ciclo de vida de um projeto

O ciclo de vida significa a sequência de fases que vão do começo ao fim de um projeto. Há diferentes tipos de ciclos de vidas de projetos, dependendo da área de negócio ou das preferências da organização. Ele pode ser definido ou moldado de acordo com aspectos exclusivos da organização.

O ciclo de vida geralmente apresenta as seguintes características:

  • Os níveis de custo e de pessoal são baixos no início, atingem um valor máximo enquanto o projeto é executado e caem rapidamente conforme o projeto é finalizado.
  • A influência das partes interessadas, os riscos e as incertezas são maiores durante o início do projeto e caem ao longo do tempo.
  • A capacidade de influenciar as características finais do produto do projeto, sem impacto significativo sobre os custos, é mais alta no início e torna-se cada vez menor conforme o projeto progride para o seu término.
  • No início do projeto, o nível de incerteza e os riscos são maiores. À medida que o projeto avança, este nível vai reduzindo até o término do projeto.
  • A capacidade das partes interessadas em influenciar o projeto é maior no início do que no final.
  • As mudanças têm maior impacto à medida que a execução do projeto avança.

Fases do projeto

As fases do projeto são divisões de um projeto em que o controle adicional é necessário para gerenciar de forma efetiva o término de uma entrega importante.

A estrutura de fases permite que o projeto seja segmentado em subconjuntos lógicos para facilitar o gerenciamento, o planejamento e controle. O número de fases, a necessidade de fases e o grau de controle aplicado depende do tamanho, grau de complexidade e impacto potencial do projeto. Uma fase não é um grupo de processo de gerenciamento de projetos

Não há uma forma única de definir a estrutura ideal para um projeto. Embora práticas comuns no setor normalmente levem à utilização de uma estrutura preferida, projetos no mesmo setor, ou mesmo dentro da própria organização, podem apresentar variações significativas. Algumas organizações estabelecem políticas que padronizam todos os projetos, enquanto outras permitem que a equipe de gerenciamento escolham as fases mais apropriadas para o seu projeto.

Uma lei pode definir as fases de um projeto. Por exemplo, em um projeto que envolve uma contratação aderente à Lei 8.666/1993 as principais fases são as representadas abaixo.




Metodologia

Existem várias metodologias de gerenciamento de projetos utilizadas no setor público e privado. Metodologia é o estudo dos métodos, ou as etapas que devem ser seguidas em um determinado processo. A palavra “método” vem do grego (methodos, met´hodos), que significa “caminho para chegar a um fim”.

A utilização de metodologia permite a padronização da forma de gerenciar os projetos, alinhando os processos de trabalho e criando a documentação adequada. A utilização dessa prática permite obter melhor governança, o que reflete em aumento da eficácia, eficiência, efetividade, produtividade e menor dependência dos indivíduos, aumentando a retenção do conhecimento na organização.

As organizações devem fazer adaptações de metodologias existentes no mercado para sua própria realidade, instituindo as suas próprias, como por exemplo:

  • Metodologia de gerenciamento de projetos do SISP.
  • Metodologia de gerenciamento de projetos do Ministério da Defesa – MD.
  • Metodologia de gerenciamento de projetos do Banco Central – BACEN.
  • Metodologia de gerenciamento de projetos do Ministério Público Federal – MPF.
  • Metodologia de gerenciamento de projetos da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial – ABDI.

Ferramentas

É importante que a equipe do projeto conheça ferramentas que auxiliem no gerenciamento de projetos. Principalmente no caso de projetos mais complexos, com grandes equipes; ou executado em localidades diferentes; com escopo complexo; com grande mobilização de recursos etc.

Hoje existem muitas soluções de sistemas para elaboração e gerenciamento de projetos, dentre as quais destacamos algumas.

Softwares públicos e livres:

  • GEPnet.
  • Openproj.
  • Dotproject
  • NetOffice.

Softwares licenciados:

  • Primavera.
  • Microsoft Project.