Cidades Criativas: consultores vão elaborar candidaturas brasileiras

O Ministério da Cultura (MinC) e a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) abriram seleção pública para contratar consultores responsáveis por elaborar dossiês de candidatura de 15 cidades brasileiras à Rede de Cidades Criativas da Unesco, criada para promover a cooperação internacional entre cidades que investem na cultura e na criatividade como fatores de estímulo ao desenvolvimento sustentável.
Podem se candidatar profissionais de Ciências Humanas, Sociais ou Sociais Aplicadas com experiência ou pós-graduação em mercado cultural e criativo. Os interessados poderão enviar os currículos até 16 de dezembro para o endereço eletrônico presente no edital disponível nesta página.
Serão 15 vagas, distribuídas em cinco perfis, de acordo com as categorias em que as cidades querem se candidatar: música para Diamantina (MG), Campinas (SP), Rio das Ostras (RJ), Pelotas (RS), Aracajú (SE) e Taubaté (SP); cinema para Cataguases (MG), Niterói (RJ) e Novo Hamburgo (RS); gastronomia para Belo Horizonte (MG) e São Paulo (SP); artesanato e artes folclóricas para Itaboraí (RJ), Imbituba (SC) e Santana de Parnaíba (SP); e artes midiáticas para Duque de Caxias (RJ).
A consultoria será prestada pelo período de três meses, nos quais o consultor terá que elaborar uma série de documentos, como diagnóstico de potencialidades, oportunidades de desenvolvimento e desafios do setor escolhido no município, proposta de plano de ação à luz da missão da Rede de Cidades Criativas e minuta do formulário de candidatura.
A candidatura deve demonstrar, de forma clara e prática, a disposição, o compromisso e a capacidade da localidade em contribuir com os compromissos da Rede. Deve apresentar um plano de ação realístico, incluindo detalhamento de projetos, iniciativas e políticas a serem executadas nos quatro anos seguintes à admissão ao Programa.
Apoio à candidatura de municípios brasileiros
Em agosto de 2018, o MinC lançou edital para incentivar e auxiliar municípios brasileiros a participarem da próxima seleção para a Rede de Cidades Criativas da Unesco, prevista para 2019. Os 15 municípios selecionados no edital foram divulgados em outubro.
Cidades Criativas
A Rede de Cidades Criativas foi criada em 2004. Na prática, as participantes assumem o compromisso de compartilhar experiências e conhecimento entre si; desenvolver parcerias com os setores público, privado e a sociedade civil; fomentar programas e redes de intercâmbio profissional e artístico; e realizar estudos, pesquisas e criar meios de divulgação que ampliem o conhecimento sobre a Rede e suas atividades.
Atualmente, 180 cidades de 72 países fazem parte da Rede, oito delas no Brasil: Belém (PA), Florianópolis (SC) e Paraty (RJ) no campo da gastronomia; Brasília (DF) e Curitiba (PR) no do design; João Pessoa (PB) em artesanato e artes folclóricas; Salvador (BA) na música; e Santos (SP) no cinema.
ASCOM/MINC

Você também vai gostar de ler estes...

Leave a Comment