Residência Artística em Arte Digital – Casa Fiat de Cultura

INSCRIÇÕES PRORROGADAS

Em 2018 a Casa Fiat de Cultura lança o projeto Residência Artística em Arte Digital – Uma Jornada Colaborativa, com curadoria de Pablo Gobira, professor de pós-graduação em Artes na Escola Guignard. Entre 14 de maio e 3 de junho, oito artistas ficarão imersos em um espaço de criação na Casa Fiat de Cultura para produzir obras de arte digital relacionadas ao painel “Civilização Mineira” (1959), de Cândido Portinari, acervo do espaço cultural. O programa parte do conceito de “museu fora do museu”, que amplia as experiências artísticas, promove reflexões sobre o mundo contemporâneo, extrapola os espaços físicos, deixando de ser apenas um espaço para contemplação. A proposta de criação é estabelecer uma conexão entre a obra de Portinari e a cidade de Belo Horizonte, com foco na transformação da experiência do público visitante, inserindo-o em uma realidade mista: material e virtual.

As obras resultantes da Residência Artística serão expostas na Casa Fiat de Cultura durante o mês de julho. Esta iniciativa inédita da Casa Fiat de Cultura integra a programação da 16ª Semana Nacional de Museus, que tem como tema “Museus Hiperconectados: novas abordagens, novos públicos”.

Podem se inscrever artistas iniciantes de todas as idades, estudantes de artes e demais interessados que já desenvolvem projetos em artes visuais. Os oito selecionados terão três semanas para desenvolver suas obras com orientação da curadoria da Residência Artística e do Núcleo de Experimentação do Programa Educativo da Casa Fiat de Cultura, que é formado por artistas plásticas, designers e historiadoras. O período também inclui uma visita técnica ao Fab Lab do Isvor (Universidade Corporativa da FCA) a ser agendada com o grupo. Esta atividade possibilitará a materialização de elementos e estruturas do processo criativo, com experimentação dos aspectos mais abstratos do processo.

Os projetos de arte digital deverão abordar a cidade de Belo Horizonte a partir da escolha de um entre três temas-chave: Estrutura/Arquitetura, História e Mobilidade e Sustentabilidade. A conexão com o acervo, o painel “Civilização Mineira”, deve resultar de uma reflexão sobre outros três temas-chave: Mediação, Experimentação e Acessibilidade.

CRONOGRAMA
– Inscrições: PRORROGADAS até 10 de Maio/2018, via email
– Taxa de inscrição: não
– Premiação: não.

– Edital + Ficha de Inscrição: http://bit.ly/2JNoJTJ

fonte: Editais e afins

Você também vai gostar de ler estes...

Leave a Comment