Seminário defende valorização das Comunidades de Matriz Africana

Divulgação

Por Denise Porfírio

O Instituto Latino Americano de Tradições Afro Bantu de Itapecerica da Serra e a Fundação Cultural Palmares promovem, no dia 24 de junho, o II Seminário Bantu de Comunidades Tradicionais de Terreiros. O evento destinado a religiosos de matriz africana oferecerá um dia inteiro de atividades e painéis de debates.

Entre os temas das mesas estão: políticas públicas de promoção da igualdade racial; reavaliação do Estatuto da Igualdade Racial e combate a intolerância religiosa; patrimônio histórico e cultural do povo Bantu no Brasil; organização e articulações das Comunidades Tradicionais de Terreiro visando o seu controle social e fortalecimento político e institucional.

O objetivo é promover, valorizar e dar visibilidade à cultura bantu e tradições afro-brasileiras de todo Brasil. A intenção é de que o evento seja uma prévia para o III Terceiro Encontro Internacional das Tradições Banto no Brasil (III Ecobanto), previsto para os dias 2 e 3 de setembro de 2012.

Com os resultados, a organização do evento pretende produzir e divulgar CDs e DVDs sobre a cultura bantu dispersa em todo o Brasil, América do Sul e Caribe e trabalhar na elaboração do Plano de Ação para fortalecimento institucional e político das comunidades tradicionais, conforme Decreto nº 6.040/2007 que estabelece a Política Nacional de Desenvolvimento Sustentável dos Povos e Comunidades Tradicionais.

CULTURA BANTU – Os bantos constituem um grupo etnolinguístico localizado principalmente na África subsariana que engloba cerca de 400 subgrupos étnicos diferentes. A palavra bantu foi usada primeiramente com o significado de povo como é refletido em muitos dos idiomas deste grupo – em muitas destas línguas, usa-se a palavra ntu ou dela derivada referindo-se a um ser humano; o ba– é um prefixo que indica o plural para seres humanos em muitas destas línguas.

SERVIÇO

O que: II Seminário Bantu de Comunidades Tradicionais de Terreiros.
Quando: 24 de junho, das 9 às 21 horas
Onde: Instituto Latino Americano de Tradições Afro Bantu
Estrada de Itapecerica, nº 5205 – Jardim Campestre – Itapecerica da Serra/SP.
Contato: (11) 41654333 / 23999082
www.inzotumbasi.org

PROGRAMAÇÃO

Dia 24.06.2011 – (sexta- feira) – Abertura
10:00 horas – Composição da Mesa
1. O autor do Projeto;
2. Professor Doutor Sergio Paulo Adolfo – Tata Kisaba Kiundundulu – Inzo Tumbansi/Itapecerica da Serra (SP) – Universidade Estadual de Londrina/UEL/PR;
3. Dra. Luiza Bairros – Ministra-Chefe da Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial da Presidência da República – Seppir;
4. Professor Doutor Cesar Vitorino – Vice-Coordenadora do NGEALC – Núcleo de Estudos Africanos e Afro-brasileiros em Línguas e Culturas da Pró-Reitoria de Extensão da Universidade do Estado da Bahia/Proex-UNEB;
5. Dr. José Carlos Lamartine – Adido Cultural da Embaixada da República de Angola
6. Professor Camilo Afonso – Diretor Geral do Centro Cultural Casa de Angola na Bahia
Autoridades Tradicionais, Sociais e Políticas.
Das 10:30 às 12:30 horas
Tema: A estatura das línguas subsaarianas como línguas que são, mas tratadas no Brasil como dialeto no sentido depreciativo do termo ou oferecidas em cursos de extensão sem nenhum compromisso acadêmico.
Conferencistas:
1. Professor Doutor Cesar Vitorino – Vice- Coordenadora do NGEALC – Núcleo de Estudos Africanos e Afro Brasileiros em Línguas e Culturas da Pró-Reitoria de Extensão da Universidade do Estado da Bahia/Proex-UNEB;
2. Professor José Camilo – Diretor Geral do Centro Cultural Casa de Angola na Bahia
Mediador:
Oga-Agba Gilberto d`Esu A Ferreira – Presidente do Afose Ilê Omo Dada
Debatedores:
1. Professor Doutor Sergio Paulo Adolfo – Tata Kisaba Kiundundulu – Inzo Tumbansi/Itapecerica da Serra (SP) – Universidade Estadual de Londrina/UEL/PR;
2. Mauricio Ferreira dos Santos – Tata Nkisi Mutadiami – professor da Rede Estadual do Ensino Fundamental e dirigente do Inzo Tumbansi Tua Nzambi Ngana Mutakalambo – S.Paulo/SP

Das 12:30 às 13:00 horas
Debate com a Plenária

Das 13:30 às 14:30 horas – Makudia Malunda – Almoço Tradicional

Das 14:30 às 16:30 horas
Conferência:
Tema: O legado africano banto na construção da afro latino-américa
Conferencistas:
1. Professor Doutor Saloma Salomão – Fundação Santo André e Coordenador do Projeto Aruanda Mundi
2. Dr. José Carlos Lamartine – Adido Cultural da Embaixada da República de Angola
Mediador: Professora Neide Sabino – Orientadora Educacional
Debatedor:
1. Alex de Andrade Rodrigues – Nganga-Nkissi Kafuleji – Nzo Tumbansi Tua Nzaambi Ngana Oxi Nsúmbu – Belford Rôxo/RJ
Das 16:30 às 17:00 horas
Debate com a plenária

Das 17:00 às 17:30 horas
Ngoloxi kwa Mateme – Café da Tarde

Das 17:30 às 19:30 horas
Tema: As línguas como compreensão e formação sócio cultural religiosa de um povo: construção da identidade afro-brasileira: Artes Plásticas e os caminhos da ancestralidade bantu;
Conferencistas:
1. Professor Doutor Sérgio Paulo Adolfo – Tata Kisaba Kiundundulu – diretor do Inzo Tumbansi – Universidade Estadual de Londrina/PR;
2. Rodrigo Barrales – Maganza Kibandelu – Artista Plástico e Arquiteto – Inzo Tumbansi/SP.
Mediador: Tata Kwa Nkisi Nanganzo – Nzo Nkosimukulungunzo Kukueto – São Bernardo do Campo/SP
Debatedores:
Nganga-Nkissi Katuvanjesi – Walmir Damasceno – Nganga kwa Nzo Tumbansi
Oga-Agba Gilberto d`Esu Ferreira – Presidente do Afose Ile Omo Dada/SP

Das 19:30 às 20:00 horas
Debate com a plenária

A partir das 20:00 horas – Pronunciamento do Deputado Federal Paulo Teixeira – Lider do PT na Câmara Federal – Coquetel de Encerramento.

Fonte: Fundação Palmares

Gestor Social e Bacharelando em Ciências Contábeis pela Universidade Ceuma. Especialista em projetos socio-Culturais, Cordelista nas horas vagas , empreendedor social. Criador deste site, que,  desde 2011  já contribui com inúmeras entidades em todo país através de consultorias para entidades do 3º Setor na elaboração e planejamento estratégico e orçamentário . Adoro café , as noites com livro e cinema , world music e está em casa curtindo a família.

Você também vai gostar de ler estes...

Leave a Comment